Published in

Revista do Professor de Física, 3(2), p. 14-30, 2018

DOI: 10.26512/rpf.v2i3.19645

Links

Tools

Export citation

Search in Google Scholar

Epistemologias Científicas Do Século Xx

This paper was not found in any repository, but could be made available legally by the author.
This paper was not found in any repository, but could be made available legally by the author.

Full text: Unavailable

Green circle
Preprint: archiving allowed
Green circle
Postprint: archiving allowed
Question mark in circle
Published version: policy unknown
Data provided by SHERPA/RoMEO

Abstract

Neste artigo, apresentamos e discutimos quatro epistemólogos científicos do Século XX – Popper, Kuhn, Lakatos e Laudan – a propósito de suas perspectivas sobre a demarcação e o progresso científicos. Disso, formulamos oito enunciados que julgamos característicos dessas perspectivas, submetendo-os à avaliação (de concordância ou discordância) a 68 alunos ingressantes (22 do ensino médio, e de cursos ciências nos níveis técnico, 22 alunos, e superior, 24 alunos). Os resultados demonstram que os alunos investigados reproduzem visões compatíveis com os pensamentos dos epistemólogos dos principais epistemólogos científicos do Século XX, particularmente com relação à crença em uma teoria a partir da possibilidade de falseá-la; na existência de paradigmas únicos, bem como de sua sucessão por rupturas drásticas; em que a ciência se demarca por suas bases empíricas e que pela competição ela progride; em que a ciência se legitima pela resolução de problemas.