Published in

Research, Society and Development, 6(10), p. e51510616031, 2021

DOI: 10.33448/rsd-v10i6.16031

Links

Tools

Export citation

Search in Google Scholar

Uma análise bibliográfica sobre a humanização do parto: Significado e percepção das puérperas

This paper was not found in any repository; the policy of its publisher is unknown or unclear.
This paper was not found in any repository; the policy of its publisher is unknown or unclear.

Full text: Unavailable

Question mark in circle
Preprint: policy unknown
Question mark in circle
Postprint: policy unknown
Question mark in circle
Published version: policy unknown

Abstract

Resumo O primeiro contato das gestantes com o serviço de saúde deve ter como base ações pautadas no acolhimento e atenção às demandas de saúde, tendo uma contribuição para um cuidado humanizado e qualificado. O trabalho tem como objetivo identificar os significados e percepções das puérperas sobre o parto humanizado segundo a literatura. Trata-se de uma revisão integrativa, este método permiti unir e resumir resultados de pesquisas sobre a percepção das puérperas sobre parto humanizado e sistemáticas, contribuindo para fortalecer as estratégias de saúde e melhorias de trabalho do enfermeiro. Os dados foram interpretados, sintetizados e conclusões foram formuladas originadas dos vários estudos incluídos na revisão integrativa. Compreende-se que o sofrimento no parto é atenuado com ações do enfermeiro e da equipe, a mãe tem a aceitabilidade maior com os profissionais de saúde, contribuindo fortemente para a aplicação das práticas humanizadas. Essa análise nos remete a tomada de decisões mais assertivas nos serviços oferecidos nas maternidades, tendo como base as políticas voltadas a este público, o profissional de enfermagem e as equipes multiprofissionais devem estar alinhados com objetivos de mudanças em suas práticas com intuito de aperfeiçoar os atendimentos para as mulheres.