Published in

Universidade Federal de Santa Maria, Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria, (10), p. e75, 2020

DOI: 10.5902/2179769242072

Links

Tools

Export citation

Search in Google Scholar

Experiências maternas na primeira semana de hospitalização do prematuro em cuidado intensivo

This paper is made freely available by the publisher.
This paper is made freely available by the publisher.

Full text: Download

Question mark in circle
Preprint: policy unknown
Question mark in circle
Postprint: policy unknown
Question mark in circle
Published version: policy unknown
Data provided by SHERPA/RoMEO

Abstract

Objetivo: descrever a experiência materna na primeira semana de hospitalização do recém-nascido prematuro na unidade de terapia intensiva neonatal. Método: estudo qualitativo, descritivo e exploratório. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada, realizada com dez mães que tiveram parto prematuro no período de julho a novembro de 2015. Utilizou-se a Análise Temática de Bardin. Resultados: cinco categorias de análise retrataram a experiência materna com momentos marcados pela tristeza em ver o filho na unidade pesquisada, o medo de sua morte, a insegurança de manter contato e de participar de seu cuidado e, por fim, as incertezas em saber quando poderia retornar para casa. Conclusão: a experiência materna na primeira semana de hospitalização do recém-nascido prematuro na unidade de terapia intensiva neonatal é marcada pelo sofrimento e pelo medo.